Vacina contra o vírus HPV

HPV: A importância da vacinação para pessoas de 11 a 28 anos e as melhores formas de diagnóstico e tratamento

VÍRUS HPV: PREVENÇÃO E TRATAMENTOS

VACINA CONTRA O VÍRUS HPV: UMA NECESSIDADE

Muito eficiente, segura e com raros efeitos colaterais, a vacina contra o papiloma vírus humano (HPV) representa um recurso muito importante e indispensável na prevenção das infecções causadas por esse vírus.

 

Produzida com técnicas de bioengenharia, essa vacina contém partículas não virais de DNA, que são muito similares ao DNA do vírus HPV.

 

A vacina contra o HPV é muito eficaz nas pessoas que não iniciaram a vida sexual. Indivíduos que já iniciaram a atividade sexual ou aqueles que já foram afetados pelo HPV e não querem desenvolver a doença novamente também podem ser beneficiados ao receber esta vacina.

 

Recomenda-se que as crianças recebam a vacinação a partir dos 11 anos de idade. A idade limítrofe para receber esta vacina é 28 anos. A duração do efeito protetor da vacina é de, no mínimo, nove anos após a aplicação inicial.

 

GENITOSCOPIA: DIAGNÓSTICO PRECISO E TRATAMENTO CORRETO NOS PACIENTES COM VÍRUS HPV

O papiloma vírus humano (HPV) é a doença sexualmente transmissível mais comum em todo o mundo. Acredita-se que quase metade da população mundial seja portadora deste vírus. A maioria das infecções pelo HPV não causa sintomas. Entretanto, infecções persistentes podem causar verrugas e tumores nos órgãos genitais externos, colo do útero, reto e canal anal.

 

Quando uma pessoa apresenta uma infecção muito persistente pelo HPV, é muito provável que seja portadora de pequenas lesões ou verrugas invisíveis, que são responsáveis pela perpetuação dessa doença.

 

O exame de Genitoscopia representa um recurso muito eficaz na detecção de infecções subclínicas (invisíveis), causadas pelo HPV. Com a aplicação de corantes (líquidos) na pele e por meio de um equipamento com lentes para amplificação das imagens (Genitoscópio), o médico assistente consegue identificar pequenas lesões, que habitualmente são imperceptíveis a olho nu. É durante a Genitoscopia que o médico consegue utilizar medicamentos específicos, realizar cauterização ou aplicar raios laser para destruir essas indesejadas lesões.

LECO LITOTRIPSIA EXTRACORPÓREA POR ONDAS DE CHOQUE Urocentro Hospital Aviccena Belém SP

Sala de Videogenitoscopia e Laser, na unidade Uroway Lapa Garnet

AGENDAMENTO GENITOSCOPIA

Marque sua consulta na Unidade Lapa Garnet:
CENTRAL: 11 4130-3274

LASER DE CO2: A EFICIÊNCIA NO COMBATE AO VÍRUS HPV

Em nossa unidade Uroway-Garnet contamos com uma infraestrutura completa, equipada com o que há de mais moderno para o diagnóstico e tratamento das infecções pelo vírus HPV. Aqui, os pacientes com infecção genital pelo vírus HPV são assistidos de forma bastante abrangente.

 

Realizamos a videogenitoscopia, exame capaz de identificar verrugas em toda a extensão genital, seguida de biópsia das localidades suspeitas. O material coletado na biópsia (fragmento de pele) é enviado para análise molecular em laboratório especializado, permitindo-nos identificar e classificar o tipo de HPV responsável pela infecção.

 

Por fim, na mesma intervenção, todas as lesões identificadas pelo exame de videogenitoscopia são eliminadas pelo Laser de Co2.

 

O Laser de Co2 é muito seguro e eficaz. Trata-se de um equipamento com diversos benefícios, incluindo eliminação das lesões sem contato direto com a pele, ou seja, há um menor risco de contaminação e disseminação de verrugas e vírus para outras localidades. Além disso, a ação bactericida do laser de Co2 protege o paciente de adquirir outras infecções.

 

Outra vantagem muito importante com relação ao tratamento convencional é a rapidez de cicatrização, com resultado estético superior, sem provocar deformidades na pele. Dados recentes da literatura médica reportam que pacientes com verrugas genitais causadas pelo vírus HPV e tratados com Laser de Co2 apresentam menores índices de recidivas (retorno) das verrugas em comparação com outras formas tradicionais de tratamento.

 

Informe-se com o seu urologista ou agende a sua avaliação conosco. Os médicos do grupo Uroway estão habilitados a oferecer as melhores recomendações para cada caso.

 

Fonte: SBU - Sociedade Brasileira de Urologia

 CENTRAL 11 4130-3274

UNIDADE LAPA GARNET
R. Bulgara, 190 - Lapa
São Paulo/SP

Tel. 11 3832-0505
Whatsapp Urocentro de São Paulo 11  94748-1270

UROWAY PREMIUM

UNIDADE VERGUEIRO

CONTATO

Preencha o formulário abaixo e retornaremos em breve

Enviando formulário…

Houve um erro.

Formulário recebido.

DESTAQUES

Uroway Urologia Hospital Aviccena Belém Zona Leste SP

CENTRAL TELEFÔNICA (11) 4130-3274

UNIDADE ALTO DO PARI
Rua Cachoeira, 1655 - Pari - São Paulo/SP - CEP: 03024.000
Tel. 11 2618-4536

Whatsapp Urocentro de São Paulo 11 94377-4173 (exclusivo para contato via WhatsApp)

UNIDADE LAPA GARNET
Rua Bulgara, 190 - Lapa - São Paulo/SP - CEP: 05057-060
Tel. 11 3832-0505

Whatsapp Urocentro de São Paulo 11  94748-1270 (exclusivo para contato via WhatsApp)

UROWAY PREMIUM

UNIDADE VERGUEIRO

Vacina contra o vírus HPV
LECO LITOTRIPSIA EXTRACORPÓREA POR ONDAS DE CHOQUE Urocentro Hospital Aviccena Belém SP

VASECTOMIA Hospital Aviccena
Tratamento com choque para ereção
Uroway Urologia Hospital Aviccena Belém Zona Leste SP

Uroway Urologia urologia em são paulo clínica urológica em são paulo clínica de urologia em sp clínica de urologia em sp
Vacina contra o vírus HPV
LECO LITOTRIPSIA EXTRACORPÓREA POR ONDAS DE CHOQUE Urocentro Hospital Aviccena Belém SP

VASECTOMIA Hospital Aviccena
Tratamento com choque para ereção
Uroway Urologia Hospital Aviccena Belém Zona Leste SP
Uroway Urologia

CENTRAL: 11 4130-3274

urologia em são paulo clínica urológica em são paulo clínica de urologia em sp clínica de urologia em sp
Vacina contra o vírus HPV
LECO LITOTRIPSIA EXTRACORPÓREA POR ONDAS DE CHOQUE Urocentro Hospital Aviccena Belém SP

VASECTOMIA Hospital Aviccena
Tratamento com choque para ereção

CENTRAL: 11 4130-3274

Uroway Urologia Hospital Aviccena Belém Zona Leste SP